Comunicado do G-20 não acalma ânimos e bolsas caem

Imprimir

O comunicado do G-20 não conseguiu trazer calma nos mercados financeiros. As bolsas da Europa continuam no terreno negativo e os mercados asiáticos terminaram com perdas. A inquietação com a situação econômica global e com as perspectivas permanece entre os agentes financeiros.

O G-20 prometeu dar uma resposta "forte e coordenada" aos desafios advindos da crise da dívida europeia e do fraco crescimento econômico. "Estamos comprometidos a tomar todas as ações para preservar a estabilidade do sistema bancário e dos mercados financeiros", conforme o texto divulgado.

Em Londres, o FTSE 100 declinava 1,78%, aos 4.951,89 pontos. O CAC 40, de Paris, recuava 2,44%, somando 2.713,85 pontos. O DAX, de Frankfurt, diminuía 2,85%, se situando em 5.017,14 pontos. Em Madri, o Ibex 35 baixava 1,35%, aos 7.725,10 pontos. Na bolsa de Milão, o FTSE MIB tinha desvalorização de 1,86%, para 13.231,09 pontos.

Na Ásia, o mercado de Tóquio fechou com baixa de 2,07%, somando 8.560,26 pontos. O Hang Seng, de Hong Kong, declinou 1,36%, aos 17.668,83 pontos. Em Sydney, o S&P/ASX 200 perdeu 1,56%, ficando em 3.903,20 pontos. Na praça de Xangai, o Shanghai Composite caiu 0,41%, marcando 2.433,16 pontos. Em Seul, o Kospi registrou forte retração, de 5,73%, para 1.697,44 pontos.

A autoridade financeira da Coreia do Sul avisou nesta jornada que planeja fortalecer o monitoramento das condições de liquidez e de fluxos de capital em meio à escalada da volatilidade do mercado.

Fonte: Valor Econômico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *