Compra Minas se encerra com chave de ouro

Imprimir

Foram três dias de muita conversa olho no olho, de produtor para expositor, de produtor para técnico, de produtor para engenheiro. Representantes de consórcio, bancos e muito martelo batido em refletidas decisões. Hugo Afonso Dominguetti, da Fazenda da Anta, almoçou mais rápido nesta quinta-feira para dar tempo de pesquisar, com calma, os preços dos fertilizantes e defensivos que precisa para cuidar dos cafezais, até o ano que vem.

Num ano de chuva bem controlada, frio sob medida e expectativa por boas floradas, ele corre para providenciar boa nutrição aos pés de café. “Vai ser um ano de mais produção que este, então o cafeeiro precisa estar bem nutrido”, prevê Hugo. Ele andou, pesquisou, comparou e por fim decidiu-se pela compra dos fertilizantes que irá precisar. “Agora é só torcer para chegar a chuva e o carregamento”, diz.

O também produtor, Thiago Carvalho Reis, da Fazenda Figueiras, preferiu medir os seus investimentos por enquanto. “Estou comprando apenas um terço do total que vou precisar. Ainda vou esperar mais um pouco para vender o café e comprar o restante do fertilizante que irei precisar”, diz. Ele aposta numa reação de preços do café e decidiu aguardar mais um pouco. Mesmo assim saiu da Feira carregado de notas fiscais das compras do dia. “O preço está muito bom para a compra. Agora só falta subir o preço do café”, brincou.

Maurício Sério, Gestor Comercial da Minasul, avaliou como excelente o resultado dos três dias do Compra Minas. “Foram dias de muitas conversas amistosas, uma confraternização sadia entre os produtores visitantes e muito resultado bom para ambos os lados. Tanto os nossos parceiros que aqui estiveram para vender, quanto para os que nos procuraram para comprar”, diz.

Ele explica que o Compra Minas é uma Feira 100% focada em oferecer boas condições comerciais para o produtor nesta época do ano. “Tudo é pensado de forma a favorecer estas negociações. Todos os nossos parceiros contribuem para isso, trazendo para a Feira as melhores condições que podem oferecer. Os preços praticados aqui são inferiores aos preços comuns de mercado e as condições de prazos e financiamentos também são muito diferenciadas. Para nós é uma realização muito poder oferecer esta Feira que é uma marca da Minasul, e conta com todas estas vantagens”, diz. O grande objetivo final, conforme ele, é a redução do custo de produção para o cooperado, afim de que ele melhore o seu lucro e com isso possa fazer mais investimentos. Que tenha mais qualidade de vida”.

EMPRESAS EXPOSITORAS

O Compra Minas está na 13ª edição e, em Varginha/MG, estiveram presentes as empresas: Adama, Agroceres, Agrotopus, Banco do Brasil, Basf, Bayer, Café Brasil, Sicoob Credivar, Fertipar, FMC, Kamaq, Luma, Macieski, Mahindra Tratores, Marispan, MIAC, Microquimica, Minami, Mosaic, Multifertilizantes, Oxiquimica, Palinialves, Perfetto Grano, Prime Agro, Quimifol, Rodopar, Santa Izabel, Stihl, SWZ, Syngenta, Vicon, Wiser e Yara.

Acesse para ver o álbum de fotos:

1º dia
2º dia
3º dia

Fonte: Sakey Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *