Commodities continuarão valorizadas, diz Rabobank

Imprimir

Os preços de commodities agrícolas deverão permanecer em elevados patamares nesta temporada 2011/12, ainda sustentados pelo crescimento da demanda nas economias emergentes e pelo interesse de investidores

Os preços de commodities agrícolas deverão permanecer em elevados patamares nesta temporada 2011/12, ainda sustentados pelo crescimento da demanda nas economias emergentes e pelo interesse de investidores. A avaliação é do Rabobank, banco holandês com forte presença no setor de agronegócios.

O índice de preços de alimentos do Banco Mundial mostrou alta de 33% em julho sobre o mesmo mês de 2010 e continua próximo ao pico de 2008. Os preços estão bastante elevados sobretudo nos casos de milho e açúcar. Pascal Lamy, diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), realça que estoques globais de alimentos seguem baixos.

Além disso, a ameaça de recessão na Europa e nos EUA deverá manter o foco de investidores em commodities. Especuladores voltaram ao mercado agrícola diante das projeções de quebra nas safras de milho e soja nos EUA. Nos principais mercados futuros americanos, grandes fundos e pequenos especuladores aumentaram suas posições com 249.249 contratos nas ultimas duas semanas. O Barclays Capital, de Londres, calcula que os ativos sob gestão em fundos de commodities alcançavam US$ 431 bilhões ao final de julho, US$ 20 bilhões a menos do que o pico de abril. Mas já em julho houve retomada no fluxo, com US$ 8,3 bilhões a mais no mês em commodities. As indicações agora são de que a especulação deverá aumentar. (AM)

Fonte: Valor Econômico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *