Commerzbank: Chuva deve afetar quantidade e qualidade da safra no Brasil

Imprimir

As chuvas fortes no Brasil estão levando a uma avaliação mais crítica da produção de café do país, em termos de quantidade e qualidade, afirmou o Commerzbank. De acordo com o banco, a precipitação nas regiões produtoras mais importantes foi equivalente a cinco vezes a média histórica para junho. Pelo lado da demanda, o café ganha impulso com a perspectiva, antecipada pelo mercado, de novas medidas de estímulo à economia. Para o banco, a commodity reage de forma mais sensível às flutuações econômicas do que a maioria dos alimentos básicos, devido ao seu status de "item de luxo".

Não há negociação de café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) hoje, devido ao feriado do dia da independência dos Estados Unidos. Ontem, o grão recuperou a marca de 180 cents/lb pela primeira vez desde o início de maio, com alta de 3,35% nas cotações do vencimento setembro. As informações são da Dow Jones.

 

Por Leticia Pakulski

Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *