Comercialização de café atinge 77% e está acima da média, diz Safras

Imprimir
A comercialização da safra de café do Brasil 2019/2020 chegou a 77% até o dia 13 de janeiro, segundo apontou relatório realizado pela consultoria Safras & Mercado. Em relação ao último levantamento, de 10 de dezembro, a comercialização evoluiu em 6 pontos percentuais.

As vendas estão adiantadas em relação ao ano passado, quando 68% da safra 2018/2019 estava comercializada até então. A comercialização está também acima da média dos últimos 5 anos, que é de 73% para esta época.

Com isso, já foram comercializadas 43,92 milhões de sacas de 60 quilos, tomando-se por base a estimativa da consultoria, de uma safra 2019/2020 de café brasileira de 57,05 milhões de sacas.

Segundo o consultor de Safras & Mercado, Gil Barabach, o produtor soube aproveitar bem a disparada do preço, o que explica o bom fluxo de venda ao longo de dezembro. “Isso apesar de questões tributárias e do natural arrefecimento das negociações no período de festas de final de ano. Um jeito do produtor contornar a questão tributária foi fechar negócio para receber no começo de janeiro. Em todo caso, o mercado seguiu muito ativo, o que é plenamente justificável visto os preços extremamente atrativos”, comentou.

Destaque para o arábica, com comercialização chegando a 76% da safra. As vendas desses cafés estão bem acima de igual época do ano passado, com 65%, e também mais altas que a média para o período, 72%. As vendas de conilon também ganharam ritmo e alcançam 79% da safra, acima de igual período do ano passado e média dos últimos 5 anos para o período, ambas com 77%.

Fonte: Agência Safras, Canal Rural via Revista Cafeicultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *