Começa a 6ª etapa da fiscalização de estoques públicos

Imprimir
Os estados de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul começam a receber, nesta segunda-feira (1º), a visita de técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para realizar a 6ª etapa da fiscalização de estoques públicos. Os trabalhos prosseguem até dia o 12 deste mês. Durante esta etapa, os fiscais também farão o cadastramento de 146 armazéns nos quatro estados.

Uma equipe de 11 profissionais espera vistoriar 56 armazéns públicos e privados com mais de 240 mil toneladas de grãos como arroz, milho, feijão, trigo, café, farinha e fécula de mandioca. Os fiscais observarão as condições de armazenagem e conservação e a quantidade de grãos armazenados, entre outros quesitos.

Nas cinco etapas anteriores, foram fiscalizados 431 armazéns em todo o país, resultando na inspeção de quase 4 milhões de toneladas de produtos. Os técnicos da Companhia apuraram cerca de 3 mil toneladas de perdas, 31.777 t de desvios, 1.338 kg fora do tipo e desclassificação de 1.120 kg de café.

No caso das perdas, os armazenadores responsáveis terão que ressarcir a estatal. Já no caso da perda de qualidade do café, será aberta sindicância para apurar os motivos da desclassificação do produto. Os desvios serão informados ao Ministério Público e à Polícia Federal. Além disso, a armazenadora fica impossibilitada de operar com a Companhia por dois anos e deve restituir o estoque inicial em dinheiro ou em produto.

Até o final deste ano outras três rodadas de fiscalizações estão programadas.

Fonte: Gerência de Imprensa da Conab

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *