Com olho em nova safra do Brasil, café tem mais uma queda na ICE

Imprimir

Os contratos futuros de café arábica têm um dia de retrações na ICE Futures US. Há pouco, a posição maio registrava desvalorização de 250 pontos, com 132,75 centavos, depois de tocar a mínima de 131,75 centavos, com o julho caindo 290 pontos. De acordo com analistas internacionais, o dia é caracterizado por vendas especulativas, com alguns players se mostrando mais incisivos em suas liquidações. 

Depois de "flertar" com o nível de 140,00 centavos, o mercado apresenta uma retração efetiva ao longo das últimas sessões, recuando do patamar psicológico de 135,00 centavos e já se aproximando das mínimas recentes. Os analistas destacaram que os especuladores se mostram mais ativos no lado comprador, temendo uma liquidação mais efetivas por parte do Brasil.

O país inicia no próximo mês a colheita de sua safra de 2013 e, mesmo sendo um ano de baixa dentro da escala da bianualidade da cultura, a expectativa é que um volume considerável de café seja obtido nas lavouras locais, refletindo as variedades mais produtivas e resistentes, os investimentos dos produtores locais em fertilização e adubação e também a forte produtividade do país. Os players avaliam que os produtores deverão aumentar suas vendas, já prevendo a chegada dos novos grãos.

Fonte: AgnoCafé

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *