Com maior concorrência, Brasil deve ter foco em qualidade em café

Imprimir

O prêmio, uma alternativa encontrada pela Abic para incentivar a modernização e investimentos no setor cafeeiro, confere reconhecimento às marcas que se destacam durante o ano no Programa de Qualidade do Café (PQC). A gerente de Comunicação da Jacobs Douwe Egberts (JDE), Isabela Botaro, disse que um grande espaço de crescimento no Brasil hoje está nos café de maior qualidade. A empresa, de olho em um mercado ainda pouco explorado no Brasil, o de cafés super premium, trouxe recentemente para o País a L’OR, marca francesa top de linha do grupo. A JDE é dona da marca Pilão, líder no mercado brasileiro, além da Caboclo, Seleto, Damasco, Pelé e Café do Ponto.

Leia a notícia na íntegra no site Globo Rural com informações do Estadão Conteúdo

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *