Com agentes fora do mercado, ritmo de negócios diminui, avalia Cepea

Imprimir
Os negócios envolvendo café estão lentos no mercado brasileiro, tanto para o arábica quanto para o robusta. Segundo colaboradores do Cepea, além de boa parte dos produtores estar focada na colheita, o dólar mais fraco e a queda das cotações externas de ambas as variedades reforçaram a retração de agentes durante a semana.

Para o arábica, especificamente, a queda dos futuros acabou pressionando os valores no mercado físico. Assim, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica fechou a terça-feira, 19, a R$ 446,42/saca de 60 kg, queda de 1,9% em relação ao dia 12.

Quanto ao robusta, o Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 peneira 13 acima fechou a R$ 333,22/saca de 60 kg, queda de 0,6% na mesma comparação. Quanto à colheita da temporada 2018/19, as atividades começaram a ganhar ritmo no Brasil nos últimos dias, favorecidas pelo tempo mais firme.

Nesse cenário, um maior volume de café novo deve começar a entrar no mercado.

Fonte: Cepea

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *