Com 1,7 metros, mini cafeteria vira negócio de sucesso em São Paulo

Imprimir

Segundo maior consumidor de café no mundo, a história do Brasil está diretamente ligada ao grão que se tornou principal produto de exportação da economia nacional entre os séculos XIX e XX. Passadas décadas, também se misturou à história da economista Flávia Pogliani, que largou a rotina do escritório para investir em seu próprio negócio: a minicafeteria The Little Coffe Shop,em um espaço de não mais que 1,7 metros, na Rua Lisboa, número 357, Pinheiros, São Paulo.

Tudo começou em uma viagem de estudos à Austrália, onde passou quatro anos. Por lá, o café virou profissão e um jeito tirar um dinheiro, quando começou a trabalhar em cafeterias. Nesse tempo se especializou: estudou e se deixou envolver pelo novo estilo de vida. Voltou ao Brasil decidida a usar seus conhecimentos de economia e administração para empreender.

Por aqui, junto a mais alguns parceiros do ramo, Flavia idealizou o projeto Coffe Week, que tinha como propósito desenvolver o mercado de cafés especiais. Depois de duas edições, ela decidiu jogar alto e apostou na própria sorte. Assim, no andar de baixo de um sobrado da família surgiu a mini cafeteria. Isso há pouco mais de um mês, no dia 16 de setembro.

Pingado, cappuccino, macchiato e algumas comidinhas:

Com café de qualidade a preços acessíveis, o lugar oferece opções simples como o café expresso a três reais, mas também outros sabores como macchiato ou pingado até um cappuccino. Para acompanhar, doces, bolos, chocolate e outras comidinhas.

Em três semanas, a cafeteria vive um momento de ascensão nos negócios. Começou vendendo, mais ou menos, 50 cafés por dia; na segunda semana aumentou para 80 e, nos últimos dias, chegou a servir uma centena de xícaras de café. Está aberta das 12h às 17h30 e deve estender seu horário com a chegada do horário de verão.

Fonte: Catraca Livre

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *