Coluna Pausa para o Cafezinho: Roda de sabores do café

Imprimir
Por Lilian Trigolo

O café é uma das bebidas mais versáteis do mundo. As inúmeras opções deixa você curioso e o convida a experimentar diferentes sabores e aromas de café. Todos os sabores são únicos à sua maneira. O plantio, secagem, armazenamento e torrefação dos grãos desempenham um papel muito importante e influenciador na qualidade dos grãos.

E você consegue sentir algum aroma ou sabor diferente no seu cafezinho especial? Já ouviu falar da Roda de sabores do café?! A “Roda de sabores do café” é como se fosse uma enciclopédia de café nos ajuda a classificar e descrever melhor os sabores e aromas do café que existem.

Existem sabores e gostos agrupados em doce, salgado, azedo e amargo e aromas que são frutados, amargos ou achocolatados. Você lê a roda de dentro para fora para identificação das notas presentes. Por exemplo, os aromas devem ser lidos do centro (notas mais abrangentes , sabores principais. Ex: Frutado) para fora (notas mais detalhadas, termos secundários e específicos. Ex: frutas vermelhas, framboesa)

O objetivo da roda de sabores é se inspirar buscando novas variações de café que podem ser descobertas e experimentadas. Seja como fonte de criatividade, desenvolvimento de idéias ou como auxílio em pesquisa e desenvolvimento.

A roda teve sua primeira versão foi criada pelo especialista norte-americano Ted Lingle em 1995 , através da Specialty Coffee Association of America (SCAA), atualmente chamada SCA Specialty Coffee Association (Associação de cafés especiais), e a partir de sua versão inicial, a roda foi sendo aprimorada e atualizada sendo utilizada por profissionais do café de todo o mundo.

RODA-DE-SABORES

A verdade é que não é fácil identificar os aromas e sabores… esta tarefa exige treino e experiência. Normalmente, para identificar um certo gosto, você precisa associá-lo com algum gosto ou cheiro que você já tenha experimentado ou que possa lhe remeter alguma lembrança, seja em um outro café, alimento ou situação.

O mais interessante disso tudo, é que podemos encontrar várias características sensoriais em um mesmo lote, sim, em um mesmo cafezinho é possível encontrar um café com notas de limão, maçã e castanha por exemplo.

A rota de aromas e sabores deu origem a uma abordagem significativa na avaliação da qualidade do café, conectando cafés de qualidade aos consumidores, e abrindo caminhos para pequenos produtores, torrefadores, e baristas compartilhando suas experiências, além de muito amor envolvido em cada etapa do processo até chegar na nossa xícara todos os dias.

E você o que achou da nossa matéria?! Compartilhe conosco!
Uma ótima semana a todos, abraço e até o próximo e saboroso cafezinho.

 

 

Lilian Trigolo
Coffee Lover-apaixonada pelo universo do café, e toda a sua cultura cafeeira, formada em Administração de Empresas com Ênfase em Comércio Exterior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *