Colômbia: exportação aumenta 53% em março, a 884 mil sacas

Imprimir

As exportações de café da Colômbia em março subiram 53% na comparação com igual período de 2010, para 884 mil sacas de 60 quilos cada, informou hoje a Federação dos Cafeicultores da Colômbia (Fedecafe). O aumento reflete as vendas de grãos dos estoques, enquanto o país continua se esforçando para erradicar um fungo que prejudicou algumas lavouras, de acordo com a entidade.

A produção em março cresceu 24% em relação ao mesmo intervalo do ano anterior, para 629 mil sacas, disse a federação. Entre janeiro e março, a Colômbia produziu 2,45 milhões de sacas, volume 37% maior que o registrado no primeiro trimestre de 2010, acrescentou a Fedecafé em um comunicado.

A entidade prevê que a produção colombiana alcance entre 9 e 9,5 milhões de sacas neste ano. Em 2010, o país produziu 8,9 milhões de sacas, 14% mais ante 2009, mas abaixo da meta de 9 milhões de sacas. Já os embarques de café ficaram praticamente estáveis em 7,82 milhões de sacas.

No primeiro trimestre de 2011, a Colômbia exportou 2,4 milhões de sacas, 40% mais em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo a Fedecafe.

O país pretende melhorar a produção nesta temporada, apesar de chuvas anormalmente frequentes e de doenças fúngicas induzidas pela umidade. Fortes precipitações nos últimos meses do ano passado tornaram a erradicação do fungo cada vez mais difícil.

Luis Genaro Muñoz, diretor da Fedecafe, disse que "há um forte compromisso para erradicar o fungo de uma vez por todas."Ele acrescentou que "o aumento da produção é essencial para recuperar as perdas da temporada chuvosa." As informações são da Dow Jones.

 

Por Gabriela Mello
Fonte: CNC

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *