Colheita deve ser encerrada na próxima semana, indica Somar

Imprimir

A colheita do café já se encaminha para a sua finalização e deverá estar totalmente encerrada até o final da próxima semana. E quanto mais a colheita caminha para o seu término, mais se observa que os índices de produtividade encontram-se dentro da média para um ano de baixa produtividade. Como as condições meteorológicas ao longo dessa safra foram relativamente boas, a qualidade dos grãos de café também se encontram de "boas a excelentes". Não estão sendo observados grãos com qualidades físicas e de bebida muito ruins. As considerações partem do Boletim Agrometeorológico Semanal da Somar Meteorologia.

Segundo a Somar, com a colheita já se encaminhando para sua finalização, os olhares de toda a cadeia do agronegócio do café continuam sendo para a nova safra. As atenções estão em quando as chuvas voltam nas principais regiões cafeeiras do Brasil, para dar suporte ao pleno florescimento dos cafezais, haja vista que todas as plantas já se encontram com um excelente índice de botões florais e 100% deles aptos à abertura. Portanto, só está faltando, agora, chuvas para que ocorra essa próxima florada.

O boletim coloca que, segundo as previsões, isso só deverá ocorrer após o dia 20 de setembro, apesar de que na passada chegaram a ocorrer chuvas em algumas áreas da região sul de Minas Gerais e região da mogiana Paulista. Mas, como essas chuvas foram de baixa intensidade, não foram suficientes para provocar a abertura da florada. Porém, a Somar indica que houve já alguns relatos de florada, mas sem importância significativa à produção tanto regional quanto nacional. A florada principal deverá ocorrer entre a última semana de setembro e a primeira de outubro.

Sobre as perdas por geadas, aponta a Somar, começa a ficar claro que as baixas temperaturas ocorridas no final de junho e no início de agosto afetaram várias lavouras de café das regiões sul de Minas Gerais e de São Paulo. Com isso, haverá uma redução na produção de café do ano que vem, ou seja, da safra 2012. Contudo, essa redução poderá ser suplantada caso a florada seja intensa e os percentuais de pegamento também sejam altos, o que muito provavelmente acontecerá, observa a Somar.

O boletim indica ainda que, para essa semana, não há previsão de chuva para nenhuma região cafeeira de São Paulo e Minas Gerais, somente após o dia 22/09 é que a passagem de uma frente fria sobre essas regiões irá organizar a umidade e trazer chuvas a essas regiões. Até lá, as condições se manterão favoráveis tanto à finalização da colheita quanto à secagem dos grãos, conclui a Somar.

Fonte: Agência Safras

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *