Colheita de café da safra 2012/13 deve atrasar em quase um mês

Imprimir

A colheita de café da safra 2012/13 do Vietnã deve atrasar em quase um mês, começando apenas no início de novembro, devido às chuvas que atingiram o país este ano, disse o secretário-geral da Associação do Café do Vietnã (Vicofa), Nguyen Viet Vinh, nesta segunda-feira. O Vietnã é o maior fornecedor mundial de café robusta. Um atraso na colheita, e consequentemente nas exportações, deve impulsionar as cotações da commodity, porque os torrefadores terão menos opções para substituir o arábica pelo robusta em blends.

Os futuros de robusta na Bolsa de Londres (Euronext Liffe) já subiram 14% este ano, e alguns traders apostam que os preços podem facilmente revisitar, nas próximas semanas, o patamar de US$ 2.200 a tonelada, atingido pela última vez em maio, com o fim da colheita no Brasil e o atraso no Vietnã.

No primeiro semestre, o Vietnã exportou 14,3 milhões de sacas de 60 quilos de robusta, volume 13,6% maior do que o embarcado pelo Brasil, maior produtor mundial de café, segundo dados da Organização Internacional do Café (OIC).

Estimativas preliminares da Vicofa mostram que a produção em 2012/13 pode cair até 15%, para 1,25 milhão de toneladas (20,8 milhões de sacas). Chuvas fortes este ano fizeram com que as flores caíssem e os grãos não se formassem em alguns pés.

O número crescente de pés antigos também prejudicou a produção, conforme Nguyen. Árvores envelhecidas representam aproximadamente 35% do total da área plantada. O custo alto de fertilizantes e eletricidade também estão prejudicando os produtores, segundo o secretário, o que resulta em queda da produtividade. As informações são da Dow Jones.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *