Colheita de café arábica deve ganhar ritmo em junho, diz Cepea

Imprimir

A colheita do café arábica 2012/13 do Brasil ainda não ganhou ritmo nas principais regiões produtoras, segundo análise divulgada pelo Cepea nesta terça-feira.

Segundo o centro de estudos da Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"), que consultou agentes em diversas partes do país, praticamente todas as lavouras devem estar com trabalhos de campo em junho, quando a colheita deve, então, deslanchar.

Por enquanto, poucos lotes de grãos da temporada 2012/13 podem ser comercializados.

Há, no entanto, preocupações de que o clima possa afetar a safra. "Caso continue chovendo, a intensificação da colheita será limitada", disse o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Estima-se que quase 10 por cento do café da Zona da Mata mineira já tenham sido colhidos, região onde o clima não tem favorecido a secagem do café em terreiro, disseram colaboradores do órgão, o que compromete a qualidade dos grãos.

Chuvas também têm atrapalhado a secagem nos grãos no Cerrado Mineiro e na Mogiana paulista, bem como no Noroeste do Paraná, regiões onde a colheita já começou. No Sul de Minas Gerais, a colheita também está apenas no começo.

Já a colheita de café robusta tem ganhado ritmo, de acordo com o Cepea e estima-se que os grãos tenham boa qualidade. Não existem dados concretos sobre o percentual colhido até o momento.

O indicador Cepea/Esalq do café arábica tipo 6 fechou a 381,25 reais por saca de 60 kg na segunda-feira, com baixa de 2,1 por cento em relação à segunda anterior.

Já o indicador para o robusta tipo 6 fechou a 259,94 reais por saca no dia 28, com aumento de 1,6 por cento em relação à segunda passada.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *