Colheita da Nicarágua deverá ficar dentro da normalidade em 2012/13

Imprimir

Apesar de 2012/13 ser um ano de baixa produção na Nicarágua, as condições têm sido ideais para a abertura de boas folharadas, portanto a colheita provavelmente não será menor do que qualquer outro ano de menor produtividade, afirmou um corretor nicaragüense a agências internacionais.

Eva Guerrero, executiva de vendas para a divisão Nicarágua do importante fornecedor Mercon Coffee Corporation, disse que o país geralmente alterna produções maiores e menores, devido à natureza cíclica da cultura de café. Durante a próxima colheita, grande parte das árvores de café na Nicarágua estará se recuperando de uma safra particularmente robusta.

A manutenção das lavouras para o próximo ciclo tem ocorrido dentro do tempo correto, segundo Guerrero, e todas as regiões produtoras de café do país, exceto uma, esperam registrar floradas decentes.

As árvores de café nas regiões de baixa altitude já começaram a abrir floradas, apontou a executiva. Se as chuvas continuarem, as floradas se transformarão em grãos maduros e abundantes até o outono. A temporada de café no país corre de outubro até setembro do ano seguinte.

Para Guerrero, ainda é muito cedo para estimar o tamanho da produção do próximo ano. Tipicamente, uma colheita de menor produtividade registra queda de 20% quando comparado a um ano de maior produtividade que a antecede, apesar da porcentagem ter diminuído em anos recentes.

Pouco menos da metade da safra 2011/12 da Nicarágua já foi comercializada e os trabalhos de colheita estão muito próximos do fim, completou a executiva do Mercon. A produção deste ano deverá atingir 1,53 milhão de sacas de 60 quilos, ante as 1,23 milhão de sacas colhidas no ciclo anterior. As informações partem de agências internacionais.

Fonte: Agência Safras

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *