CNC considera discutir importação de café da Colômbia

Imprimir

O deputado Silas Brasileiro (PMDB/MG), presidente do Conselho Nacional do Café (CNC), declarou que o setor encontra-se em estado de maturidade para discutir essa liberação.

A importação, assunto considerado tabu, não seria em grande volume, e seria necessária apenas para compor os blends na industrialização visando a exportação. O deputado ressalta que é extremamente necessário o controle absoluto dos grãos importados para evitar entrada de pragas e doenças.

Os cafeicultores brasileiros, por serem os maiores produtores do mundo, possuem dificuldade em aceitar a liberação dessa importação, mas Brasileiro destaca que ela seria importante para a balança comercial brasileira, uma vez que, por exemplo, a Nestlé está construíndo uma fábrica na Itália que, com a diversificação dos blends, poderia ser instalada no Brasil.

Essa importação, no entanto, seria temporária, pois o Brasil possui altitude e clima para produzir vários outros tipos de grãos para compor os blends diversificados.

José Gerardo Fontelles, secretário-executivo do Ministério da Agricultura e secretário interino de Produção e Agroenergia, acredita que o assunto deve ser tratado junto a todos os segmentos da cafeicultura, uma vez que a necessidade de importação poderia ser dispensada com as condições favoráveis para as variedades brasileiras.

Fonte: Notícias Agrícolas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *