Clima já prejudica formação da próxima safra de café

Imprimir

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) avaliou como preocupante as atuais condições climáticas, que já prejudicam a formação da próxima safra de café. "A ausência prolongada de chuvas e o déficit hídrico em algumas regiões do cerrado, e até do sul de Minas e do norte de São Paulo, podem causar problemas na florada e consequente queda na produção", informou a estatal no relatório em que divulgou o terceiro levantamento da safra 2011.

A companhia também avaliou que as geadas que ocorreram entre o final de junho e o início de agosto no norte do Paraná, no centro-oeste e norte de São Paulo, e no sul de Minas, causaram problemas. "Nas lavouras das áreas mais baixas, muitos ramos que iriam produzir na próxima safra ficaram queimados."

Por outro lado, o déficit hídrico acentuado que vem ocorrendo desde meados de abril tem causado um estresse favorável ao início da florada, que deverá se confirmar com o começo das chuvas e a abertura dos botões florais. As precipitações estão um pouco atrasadas no norte de São Paulo. No resto do País, deverão ocorrer com intensidade somente a partir da segunda quinzena de setembro e início de outubro, segundo a Conab.

De acordo com a previsão no trimestre (setembro, outubro e novembro), as chuvas deverão ocorrer ligeiramente acima da média no extremo norte de São Paulo em todo o Estado de Minas Gerais, no Espírito Santo e nas regiões produtoras da Bahia, o que favorecerá o pegamento dos chumbinhos. "No entanto, essa situação também poderá gerar falta de uniformidade nas floradas, o que influenciará o manejo da colheita e a qualidade do produto final", diz a estatal. Nas demais regiões de São Paulo, no Paraná e em Rondônia, a maior probabilidade é das precipitações ocorrerem dentro da média histórica.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *