Chuvas aliviam produtores, visto que devem favorecer floradas, pontua Cepea

Imprimir
Chuvas ocorridas no final de setembro em boa parte das regiões de café arábica aliviaram produtores consultados pelo Cepea, visto que devem favorecer a abertura de novas floradas e também o pegamento das flores que já se abriram.

As precipitações foram volumosas especialmente na Mogiana (SP) e no Sul e Cerrado Mineiros.

Com a expectativa da abertura de novas floradas nos cafezais de arábica, o setor deve seguir acompanhando o clima no País, uma vez que a continuidade das chuvas será essencial para o pegamento das flores e para o desenvolvimento dos chumbinhos da safra 2020/21.

Quanto ao robusta, o clima também favoreceu as lavouras do Espírito Santo.

As estações de São Mateus e de Linhares registraram chuvas de, respectivamente, 23,4 mm e 15,8 mm entre 23 e 30 de setembro, segundo o Inmet. As precipitações, apesar de não tão volumosas, aliviaram produtores.

Em relação ao mercado da semana, está calmo, devido à forte retração vendedora.

Nessa terça-feira, 1º, o Indicador CEPEA/ESALQ do café tipo 6 bebida dura para melhor, posto na capital paulista, fechou a R$ 439,25/saca de 60 kg, elevação de 1,4% em relação à terça anterior, 24.

O Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 peneira 13 do robusta subiu 2,2%, a R$ 298,17/sc de 60 kg, na mesma comparação.

Fonte: Cepea

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *