Chuva na Colômbia faz café disparar na bolsa

Imprimir

Como reflexo da previsão, os preços do café subiram 3,7% na sexta-feira na bolsa de Nova York. Os contratos com vencimento em maio terminaram o pregão cotados a US$ 2,422 por libra-peso, com alta de 855 pontos.

A valorização de sexta-feira corrobora a tendência de alta para a cultura. Apenas na semana passada, os ganhos  acumulados na bolsa de Nova York foram de 2,5%, segundo o Valor Data. Considerando o mês de janeiro, até a sexta-feira, o ganho foi de 0,17%. Nos últimos 12 meses, os preços do café já subiram 72,45% na bolsa americana.

"Os fundamentos para o café continuam a ser de alta, porque a disponibilidade é pequena, especialmente para os cafés melhor qualidade", disse à Bloomberg Rodrigo Costa, analista da Newedge.

Em 2011, o Brasil também colherá uma safra menor devido ao ciclo de baixa da bienalidade do café. A colheita, que começa em abril, deverá gerar entre 43 milhões e 47 milhões de sacas. A estimativa é da Safras & Mercado, que prevê uma redução de até 21% em comparação a 2010.

Fonte: Revista Cafeicultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *