Chuva forte prejudica culturas em GO, ES e MG

Imprimir
A chuva já provoca prejuízos de milhões na agricultura de alguns estados brasileiros como Goiás, Espírito Santo e Minas Gerais.

Goiás

Em Goiás, as lavouras de feijão estão sendo impactadas pelas fortes chuvas e a colheita está prejudicada porque as máquinas não conseguem entrar no campo. Os produtores estimam uma quebra de 40% na produção. No ano passado, a produção foi de 32 mil toneladas. A comercialização da saca de 60 kg de feijão está sendo vendida pela metade do valor do mesmo período de 2019.

Espírito Santo

A região de Iúna, localizada no sul do Espírito Santo, uma das principais localidades produtoras de café do estado já contabiliza prejuízos em torno de 10 milhões de reais em infraestrutura e na produção da cultura por causa do clima. Mais de 500 propriedades e 120 mil pés de café da região foram atingidas pelas fortes chuvas e a produção de sacas no município já está comprometida.

A chuva forte destruiu várias lavouras de café. Somente em uma propriedade, 16 mil pés foram arrancados por uma enxurrada e o prejuízo chega a meio milhão de reais. O deslizamento de terra destruiu armazéns, secadora e a casa da propriedade. De acordo com o Incaper, em todo o estado o prejuízo chega a 88 milhões de reais no setor agropecuário no estado.

Minas Gerais

Em Minas Gerais, na região de Mário Campos, houve prejuízo registrado nas lavouras de cebolinha, cheiro verde, alface e verduras hidropônicas. A região é responsável por 30% das hortaliças que abastecem a região metropolitana de Belo Horizonte. Um prejuízo de quase 4 milhões de reais.

Em Esmeraldas, as plantações e o pasto para gados também registram problemas. As chuvas de janeiro fizeram o rio Paraopeba extravasar e inundou áreas de pastagem, plantações de milho, feijão e sorgo.

Fonte: Agroclima via Climatempo (Por Angela Ruiz)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *