Chuva de granizo traz prejuízos para cafeicultores no Sul de Minas

Imprimir

 

A chuva de granizo que atingiu o Sul de Minas nesta segunda-feira (11) trouxe problemas para os cafeicultores da região, já que esta é a época da colheita do café. Ainda pela manhã desta terça-feira (12), em Cabo Verde (MG), era possível ver pedras de gelo em alguns locais e o café que já estava pronto para ser colhido caiu no chão.

De acordo com o Sindicato dos Produtores Rurais, as comunidades dos Corujas e da Serra Escura foram as mais afetadas. Os prejuízos ainda estão sendo contabilizados. O produtor Arnaldo Maranezio Figueiredo sabe que o prejuízo foi grande."Já perdi 30% da safra. Se perder qualidade, vai ser pior ainda", disse.

Várias casas também foram atingidas. O produtor rural Mauro Ferreira conta que a chuva durou menos de 10 minutos, mas foi o suficiente para destruir o telhado da casa. Em um galpão, todas as telhas quebradas e só sobraram madeiras e pregos. "Colocamos plásticos para nos proteger, mas tivemos prejuízo também na lavoura de café", conta.

De acordo com a Emater, os estragos também atingiram as lavouras da região de Itamogi (MG), Monte Santo de Minas (MG), São Sebastião do Paraíso, Nova Resende (MG) e uma pequena área em São Tomaz de Aquino (MG). Os números dos prejuízos ainda não foram contabilizados.

Os produtores rurais que se enquadrarem na categoria de agricultura familiar devem procurar o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que cobrirá 60% dos danos na lavoura.

Fonte: Jornal da EPTV – EPTV Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *