Cerrado Mineiro receberá comprador de café internacional

Imprimir
No ano passado, a região do Cerrado Mineiro viveu uma grande conquista: o produtor Gabriel Nunes, de Patrocínio (MG), foi o campeão do Cup of Excellence, maior concurso de cafés especiais.

Gabriel foi vencedor na categoria Pulped Natural e também se tornou o recordista mundial em valor da saca de 60 quilos, chegando a R$ 55 mil. Um dos compradores do lote foi o australiano Nolan Hirte, da rede de cafeterias Proud Mary, que possui lojas na Austrália e nos Estados Unidos.

A Federação dos Cafeicultores do Cerrado, entidade gestora da Denominação de Origem Região do Cerrado Mineiro, convidou Nolan, que chega esta semana, para realizar uma imersão na região e colher o café no projeto Cafés Autorais.

O projeto, que já acontece há três anos, terá a primeira edição internacional. Seu objetivo é levar as cafeterias para passar um dia na fazenda, participando da colheita de um lote que depois é servido com exclusividade nas lojas.

Segundo o superintendente da Federação dos Cafeicultores do Cerrado, Juliano Tarabal, a participação do Nolan no projeto Cafés Autorais traz um ganho imenso, já que o mercado internacional será atingido. “Ter o Nolan que é uma referência no mercado internacional conhecendo nossa Região, interagindo com os produtores e cooperativas e participando do Café Autoral, se alinha a um dos pilares de nossa estratégia de marca e propósito que é conectar, gerando promoção para a Denominação de Origem Região do Cerrado Mineiro” afirma Tarabal.

Geórgia Franco, da Lucca Cafés Especiais de Curitiba (PR), também estará presente nesta visita. Geórgia, Nolan e Gabriel irão colher um lote de cafés que será servido, futuramente, no Lucca Cafés e na Proud Mary.

Por Equipe CaféPoint / Site CaféPoint

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *