Cerca de 300 cooperados participam do Circuito de Tecnologia Coopercam

Imprimir
Com os temas análise de solo em períodos de crise e certificação e qualidade do café, a Coopercam realizou, na semana passada, o Circuito de Tecnologia 2019. Com a presença de cerca de 300 cooperados, agrônomos, técnicos e colaboradores do Departamento de Certificação da Cooperativa expuseram os temas de forma didática e experimental. De forma geral, em tempos de crise na cafeicultura, a Coopercam mostrou aos cooperados que muitas soluções para os problemas não precisam de altos investimentos.

“A análise de solo é uma operação muito simples e o produtor deve colocá-la como prioridade antes de realizar qualquer tipo de adubação do solo. Com ela, o técnico consegue fazer uma recomendação mais próxima da realidade, sem exageros e, ao mesmo tempo, buscar o aumento de produtividade para, com isso, diluir os custos de produção, que são os gargalos da cadeia cafeeira no momento”, comenta João Paulo Alves de Castro, engenheiro agrônomo da Coopercam.

Já sobre o a certificação de cafés, o analista de qualidade Douglas Braga disse que o assunto abordado durante o Circuito foi com o propósito de levar informações e apresentar as vantagens para o cafeicultor sobre a certificação. “Nós mostramos aos participantes que, ao ter um protocolo de certificação e cumprir o código de conduta de certificação na propriedade, ele terá a otimização da gestão da fazenda, com controle dos custos. Assim, ele poderá melhorar o rendimento e a viabilidade econômica da sua atividade cafeeira”, explica Braga.

Circuito de Tecnologia 2019

Braga também conta que outro ponto importante assunto abordado sobre os cuidados com a qualidade do café. “Comentamos sobre os defeitos relacionados ao café e apresentamos o momento em que eles ocorrem, além de trabalhar métodos para diminuir a ocorrência desses defeitos. O objetivo principal é uma safra de melhor qualidade e gerar, com isso, uma lucratividade maior ao cooperado”.

As empresas parceiras da Coopercam também tiveram a oportunidade de apresentar suas tecnologias e demonstrar os resultados de seus produtos e/ou serviços na prática. Além disso, houve também uma exposição com as últimas novidades em equipamentos e máquinas agrícolas.

O professor Othon Cruz, do curso de Agronomia da Facica, comenta que “foi fundamental essa parceria, Facica, Coopercam e empresas parceiras. Tivemos a oportunidade de fazer uma integração com a proposta de desenvolver projetos na área de extensão, pesquisa e inovação tecnológica, o que foi muito importante para os alunos. Além de conhecer dos alunos conhecerem melhor os produtos das empresas parceiras, foi uma forma de assimilarem na prática os conhecimentos adquiridos. Agradecemos à Coopercam pela excelente oportunidade e esperamos continuar a parceria.”

O Circuito de Tecnologia 2019 Coopercam foi realizado nos dias 24 e 25 de abril, em Campos Gerais na Fazenda Experimental da Facica, parceira do projeto.

Fonte: Sakey Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *