Cepea destaca alta da cotação do café arábica na safra 2019/2020

Imprimir
Os pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP) na análise semanal do mercado de café destacam o avanço das cotações do arábica na safra 2019/2020. Os cálculos mostram que na parcial da atual temporada (de julho/19 a abril/20), o indicador Cepea/Esalq do café arábica tipo registra média de R$ 497,47/saca, em alta de 9,8% (ou R$ 43,94) comparado ao mesmo período da safra 2018/2019, em termos reais (valores deflacionados pelo IGP-DI de março/20).

Os analisas lembram que na safra 2018/2019, os preços do arábica tiveram forte baixa, influenciados pela produção recorde. Já temporada atual, que é de bienalidade baixa na produtividade dos cafezais, os valores se recuperaram, tendo como suporte à restrição de oferta (especialmente dos cafés finos) e a eventual redução dos estoques de passagem.

Eles observam que mais recentemente os fatores resultantes da pandemia de coronavírus também reforçaram o movimento de alta dos preços internos do arábica em março e abril. Quanto ao robusta, dizem os técnicos, ao contrário do café arábica os preços estão menores em 2019/2020.

Na parcial da safra (de julho/19 a abril/20), o indicador Cepea/Esalq do robusta tipo 6 apresenta média de R$ 330,47/saca de 60 kg, 9% inferior ao do mesmo período de 2018/2019.

“pós os preços recordes de 2016/2017, o robusta vem se desvalorizando nas últimas safras, devido à recuperação da produção brasileira a partir de 2017/2018, ao volume recorde em 2019/2020 e ao bom desempenho do Vietnã (maior produtor mundial da variedade) nesta mesma temporada,” dizem os analistas.

Fonte: Revista Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *