Cecafé vê aumento de 10% na exportação de café do país em 2013

Imprimir

As exportações totais brasileiras de café em 2013 devem ficar entre 30 e 31 milhões de sacas, o que representaria um aumento de 7 a 10 por cento ante o volume de 2012, previu nesta quinta-feira o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

O aumento em 2013 viria após um ano em que os embarques somaram 28,28 milhões de sacas, com uma queda de 15,6 por cento ante 2011, informou o Cecafé em nota.

Para 2013, o relatório da entidade prevê um aumento da receita, que poderá ficar em torno de 7 bilhões de dólares, com "uma alta moderada nos preços médios".

Na quarta-feira, a Companhia Nacional de Abastecimento projetou a safra a ser colhida no Brasil em 2013 em cerca de 48,6 milhões de sacas, sendo a maior para um ano de baixa no ciclo bianual do arábica.

O Brasil é o maior produtor e exportador mundial da commodity.

Com relação à receita, as exportações totais de 2012 tiveram recuo de 27 por cento ante 2011, somando 6,35 bilhões de dólares.

As exportações de café verde fecharam o ano passado em 24,92 milhões de toneladas, 17 por cento abaixo de 2011.

"A queda apresentada no volume das exportações pode ser justificada em grande parte pelas chuvas nas regiões produtoras, que acabaram atrasando a colheita, assim como o preparo e o ingresso na comercialização do produto", disse o diretor-geral do Cecafé, Guilherme Braga, em nota.

As exportações caíram em um ano em que o Brasil colheu um recorde acima de 50 milhões de toneladas.

Braga avaliou ainda que a redução no volume acabou impactando a receita, que também sofreu com a queda nas cotações refletidas nas variações do preço médio.

A cotação do café na bolsa de Nova York recuou cerca de 35 por cento por cento ao longo de 2012.

O executivo afirma, no entanto, que o volume de exportações no mês de dezembro ficou próximo da normalidade, com embarque de 2,57 milhões de sacas de café verde, apenas 1,6 por cento abaixo do mesmo mês de 2011.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *