Cecafé promove inclusão digital e sustentabilidade para pequenos produtores

Imprimir
CeCafé / CDN Comunicação
18/07/2016

O programa Produtor Informado, projeto criado há dez anos pelo Cecafé – Conselho dos Exportadores de Café do Brasil –, cujo objetivo é promover a inclusão digital junto aos pequenos produtores de café do Brasil, planeja totalizar ao longo deste ano 1.500 alunos formados em diferentes regiões do Brasil. Desde sua criação, o programa já capacitou 2.000 participantes.

“Desde o ano passado buscamos aprimorar ainda mais esse projeto e estabelecemos uma parceria com o Programa Café Sustentável da Global Coffee Platform, ampliando a abrangência da atuação e escopo”, explica Luciana Florêncio, Diretora Executiva do Cecafé. “Além da inclusão digital, agora também disseminamos as boas práticas agrícolas, com ênfase na sustentabilidade”. Essa parceria permitiu ao Cecafé firmar termos de cooperação junto a extensionistas, que disponibilizam técnicos agrícolas para ministrarem cursos com o propósito de capacitar os produtores rurais, principalmente em relação às ações de sustentabilidade para a cafeicultura brasileira. Atualmente o projeto conta com a parceria da EMATER-RO, EMATER-MG, Incaper, Fundação Hanns Neumann, Ifes-Agrifes, Coocapec e Cooxupé, atingindo 45 municípios nos principais estados produtores (MG, ES, SP e RO).

O Produtor Informado foi desenvolvido com foco na agricultura familiar, pequenos produtores ou trabalhadores rurais nas principais regiões produtoras de café. Seu objetivo é estimular a inclusão digital para o aprendizado da informática e noções de acesso à Internet como ferramenta para o trabalho no campo e na gestão da propriedade. Cafeicultores aprendem a usar as ferramentas digitais para obter informações sobre clima, preços, mercados, técnicas de produção e boas práticas agrícolas, ajudando no cultivo de produtos saudáveis, livres de contaminação (física, química e biológica) e buscando, assim, aumentar a rentabilidade dos seus negócios, além de garantir a sustentabilidade do meio ambiente e a melhoria da qualidade da população rural em geral.

A 13ª edição do Programa Produtor Informado, realizada no primeiro semestre de 2016, contou com a participação de 784 cafeicultores e trabalhadores rurais em 42 municípios nos principais Estados Produtores de café, MG, ES, SP e RO, cobrindo uma área total de oito mil hectares de café. A maioria dos alunos eram proprietários ou trabalhadores de pequenas e médias lavouras de café com até 200 hectares e idade média de 40 anos. O curso contou também com a participação das mulheres (30%) e dos jovens entre 15 a 30 anos (40%). Mais de 40% dos produtores formados pelo curso possuem algum tipo de certificação, sendo as principais Fair Trade (11%), Certifica Minas (4%), 4C (4%) e RainForest Alliance (1%). O programa organizou ainda quatro Dias de Campo com Formatura em São Paulo, Minas Gerais e Rondônia, dos quais 148 produtores participaram.

O curso tem alcançado resultados imediatos na aplicação das boas práticas agrícolas pelos produtores alunos do programa. Segundo Luciana Florêncio, “somente na região de Coqueiral (MG) durante a realização do curso foram implantadas oito fossas sépticas, três produtores já adequaram suas estruturas  para armazenamento de agrotóxicos e a maioria passou a usar o computador, que estava sem uso, para registrar seus custos”.

Fonte: CNC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *