Capinas

A função desse trato cultural é eliminar a concorrência entre as ervas daninhas e o cafeeiro, ocorrendo com relação à água, aos nutrientes e à luz. Este último quando da implantação da lavoura.

Além da concorrência o mato pode servir de abrigo para pragas do cafeeiro dificultando seu controle apesar do benefício de atração de vespas, pelas flores, inimigos naturais destes.

Para o controle do mato devemos observar três características do mato: tipo de folhas (estreitas ou largas); ciclo de vida (anuais ou perenes) e reprodução (por semente ou vegetativa).

As ervas anuais mais comuns são:
  1. Folhas estreitas: capim colchão, capim marmelada, capim pé-de-galinha e capim carrapicho.
  2. Folhas largas: picão preto e branco, falsa serralha, menstrato, trapoerabas, caruru, e poaia branca.

As ervas perenes mais comuns são: grama seda, sapé, capim gordura, samambaia, tiririca, brachiaria e capim colonião.

No verão essas ocorrem com maior incidência: picão preto e branco, capim colchão, capim marmelada, capim pé-de-galinha, capim carrapicho e falsa serralha.

No inverno essas ocorrem com maior incidência: picão preto e branco, falsa serralha, capim colchão, trapoerabas, caruru, e poaia branca.

As capinas devem ser feitas nas épocas em que as ervas mais concorrem com o cafeeiro, ou seja, durante o desenvolvimento e granação dos frutos. Podem ser realizadas utilizando os seguintes métodos ou associando-se um ao outro:

  1. Capina manual;
  2. Capina mecanizada;
  3. Capina química (herbicidas).

Os principais fabricantes de herbicidas são: Agricur, Agripec, Agritec, Aventis, Basf, Bayer, Cyanamid, DOW Agrosciences, Du Pont, Hokko, Milenia, Monsanto, Nortox, Novartis, Rohm And Haas, Sanachem, Sipcam e Zeneca.

A época de utilização dos herbicidas é variável. Em pré-emergência as épocas mais indicadas são: após a arruação, principalmente em regiões de inverno úmido, ou após a esparramação, no inicio das chuvas. Com a umidade, no inicio das chuvas, pode ser feita a aplicação de herbicidas de pré-emergência, que pode dar um controle por 60-90 dias. Para os produtos do pós–emergência não existe época fixa, aplicando-se de acordo com o tamanho do mato (20-40 cm). Mas, duas épocas são básicas: em nov/dez, após as primeiras chuvas e depois que a maioria das sementes das ervas tenham nascido e crescido; e, em mar/abr, no final do período chuvoso, para limpar a área e facilitar a arruação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *