Candidatas já se preparam para o Concurso Rainha Expocafé 2016

Imprimir

O Rainha Expocafé 2016 está agendado para os dias 2, 3, 4 e 5 de junho. A cada nova edição, o concurso se consolida como um grande atrativo para Três Pontas e caminha para se fixar no calendário do turismo de eventos da Cidade. Neste ano, a apresentação das candidatas será realizada no Clube Serrote, no Centro da “Capital Mundial do Café”, e a finalíssima acontecerá no dia 4.

De acordo com o Diretor da Wofse Produções, responsável pelo concurso, Willian Rosa, o Rainha Expocafé tem como principal objetivo prestar homenagem à mulher do campo, do agronegócio, especialmente voltado ao café – uma das maiores fontes de geração de emprego e renda no Município sulmineiro.

“Através do concurso, valorizamos a agricultura e a beleza feminina, abrindo portas para muitas jovens adentrarem o mundo das passarelas. No ano passado, por exemplo, a vencedora, que foi a trespontana Adriélle Castro, estreou bem e seguiu participando de outras competições do gênero. Ela se destacou, inclusive, em concurso a nível estadual e concilia a faculdade com trabalhos de modelo fotográfico”, comenta Willian Rosa, para ilustrar o valor da participação.

As inscrições para o Rainha Expocafé 2015 estão encerradas. Confirmaram presença candidatas de Machado, Belo Horizonte, Boa Esperança, Lavras, Varginha, Santana da Vargem, Grande BH, Ibiá e, claro, Três Pontas. Inovando, a grande vencedora ostentará o título de Rainha e também de Girl Coffee International. Outras duas candidatas levarão as coroas de 1ª e 2ª Princesas.

A premiação, que será garantida por empresas parceiras da Wofse Produções, será de R$ 10 mil. Do montante, R$ 5 mil serão destinados para a Rainha Girl Coffee International e R$ 2,5 mil para cada uma das vencedoras seguintes.

Entre as atribuições da Rainha e Girl Coffee Internacional, está a de participar na Expocafé – a maior feira voltada à produção e comercialização de café do Brasil, realizada em Três Pontas. O evento gera milhões de reais em negócios fechados, além de oferecer a oportunidade de acesso a novas técnicas e tecnologias que auxiliam na sustentabilidade do agronegócio.

Fonte: Sintonize Aqui (Arlene Brito)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *