Camarões auxiliará Congo na produção de café robusta de qualidade

Imprimir

O Camarões está conversando com os produtores de café robusta no Congo para auxiliar o país vizinho a elevar sua produção de café e a qualidade do grão, de acordo com o gerente geral do Conselho Nacional de Café e Cacau (NCCB, na sigla em inglês), Michael Ndoping.

O Congo, também conhecido como Congo-Brazzaville de modo a distingui-lo da vizinha República Democrática do Congo,ainda faz fronteira o Gabão, Angola e  República Centro-Africana. Sua capital é a cidade de Brazzaville.

"Nossas discussões com a República do Congo deverá levar nosso conhecimento na produção de café robusta para ajudá-los a elevar suas produções e aumentar a qualidade do grão, para que capturem mercados de nicho localmente e internacionalmente", afirmou Ndoping.

A produção de café do Congo não foi revelada, apesar de se saber que é pequena quando comparado a dos Camarões. O país produziu 31.840 toneladas de café robusta na safra recém concluída (2010/11), abaixo das 53.000 toneladas colhidas no ciclo anterior.

Segundo Ndoping, a queda na produção deve-se ao ciclo de bienalidade da planta e ao contrabando de café camaronense para os países fronteiriços, como Congo-Brazzaville, Nigéria e Gabão, onde os preços oferecidos pelo grão foram mais elevados. As informações partem de agências internacionais.

Fonte: Agência Safras

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *