Calor derruba a qualidade do café no sul de Minas Gerais

Imprimir

Produtores de café do sul de Minas Gerais tiveram que antecipar a colheita. Por causa do calor, os grãos amadureceram mais cedo.

Em meio aos pés em Campo do Meio, o produtor Evânio Machado observa a colheita que teve de ser antecipada de maio para este mês por causa da estiagem. Os grãos amadureceram antes do tempo e acabaram não se desenvolvendo de maneira adequada.

Segundo os produtores, o prejuízo tem sido maior na plantação de até sete anos. Como a raiz do pé de café é pequena, a planta não consegue absorver a água do subsolo e o resultado são grãos que amadurecem mais rápido, com baixa qualidade e secos.

Trabalhando na panha de café há mais de 20 anos, Francisco de Assis Marques conta que nunca colheu em abril.

Para o agrônomo da Fundação Procafé de Varginha, o problema vai se estender para a safra do ano que vem. “As lavouras estão com crescimento reduzido e com condições fitossanitárias e nutricionais debilitadas, com isso, prevemos que a safra de 2015 já está, em parte, comprometida”, diz.

A Fundação Procafé estima que essa será a menor safra dos últimos cinco anos.

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *