Cafeicultores do PR apressam colheita dos grãos para evitar prejuízo

Imprimir

Com o tempo firme dos últimos dias, produtores de café da região de Apucarana, no norte do Paraná, começaram a colheita dos frutos para garantir a qualidade final do produto. A previsão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento é que em todo o estado sejam colhidos 1,8 milhão de sacas de café.

A correria para dar conta da colheita se deve às chuvas que atingiram o estado entre os dias 18 e 20. Segundo os produtores, o café só pode ser colhido quando o tempo está firme. Por isso, o início do trabalho acabou sendo adiado.

O produtor Antõnio Bisca está preocupado com a qualidade dos grãos. “Atrasa a colheita, estraga também o tipo de café”, diz. Os agricultores temem que as chuvas voltem ao estado e prejudiquem ainda mais a safra.

“Com a sequencia das chuvas, há uma tendência de um maior volume de [grãos de] café caindo no chão. E se não houve condições climáticas, ou seja, tempo firme, haverá uma tendência de depreciar a qualidade de maior volume”, explica o técnico da Seab, Paulo Franzine. Nas últimas semanas, o preço pago aos produtores começou a cair. A saca de 60 quilos de café varia entre R$ 300 e R$ 350.

Fonte: RPC TV Londrina

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *