Cafeicultores buscam título de melhor Conilon do Espírito Santo

Imprimir

Vencedor da edição de 2012, o cafeicultor Emílio Horts faturou R$ 7 mil

A disputa pelo título de melhor produtor de café Conilon do Espírito Santo está acirrada. Ao todo 192 cafeicultores de 36 municípios capixabas inscreveram 276 amostras para concorrer ao 2º Prêmio Estadual de Conilon de Qualidade.

Os vencedores serão conhecidos no dia 18 de dezembro, em solenidade realizada no Palácio Anchieta, em Vitória.

Nesta edição, os cinco primeiros colocados das categorias “Conilon Natural” e “Conilon Cereja Descascado” vão receber R$ 40 mil, entre equipamentos, insumos e premiação em dinheiro.

“Esse é um incentivo importante e uma oportunidade para os cafeicultores atestarem a qualidade do café que estão produzindo. Produzir café com qualidade superior é um caminho sem volta, que remunera melhor o produtor e garante mercado”, destaca o secretário de Estado da Agricultura, Enio Bergoli.

As amostras inscritas para avaliação têm 500 gramas de café, e para cada uma apresentada o produtor deve ter estocado um lote entre 10 sacas e 320 sacas, que poderão estar armazenadas na própria propriedade, em cooperativas ou associações.

De acordo com o degustador da Conilon Brasil, Arthur Fiorott, serão avaliados os aspectos físicos e sensoriais dos cafés, dentro do Protocolo de Degustação de Robustas Finos, e as amostras serão torradas de acordo com as normas da Specialty Coffee Association of América (SCAA).

Além da premiação, os produtores melhores classificados no concurso terão oportunidade de comercializar os lotes de café no mercado com ágio de 20% no preço.

O Espírito Santo é o maior produtor de café Conilon do Brasil, com aproximadamente 75% da produção nacional. Neste ano, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estima que a produção capixaba seja de 8,2 milhões de sacas. Presente em cerca de 40 mil propriedades rurais, a atividade ocupa mais de 230 mil pessoas no Espírito Santo.

Fonte: Departamento de Imprensa Oficial do ES via Rede Social do Café

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *