Cafeicultor de Paraíso é vencedor no 10º Concurso de Qualidade de Minas

Imprimir

O cafeicultor Geraldo Alvarenga Resende Filho, de São Sebastião do Paraíso é o ganhador em primeiro lugar, na categoria Natural, do 10º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas. O evento coordenado pela Emater (Empresa Mineira de Assistências Técnica e Extensão Rural) recebeu mais de 1210 inscrições de cafés arábicas da safra 2013. Também da região a cafeicultora Maria Leonor Guimarães Correa, de Cássia, também teve boa classificação e recebeu a Medalha de Sustentabilidade.

A cerimônia de premiação dos vencedores foi realizada no Salão de Convenções, na UFLA (Universidade Federal de Lavras). Foram inscritas 1.213 amostras de café arábica, da safra 2013, das quatro regiões produtoras de café do Estado sendo Cerrado, Chapadas, Matas e Sul de Minas, sendo 870 da categoria natural e 343 da categoria cereja descascado. Desse total, 198 amostras foram selecionadas para a grande final.

Além dos compradores internacionais, outro alvo do concurso é o mercado interno, composto principalmente por torrefadoras e cafeterias de alto padrão. “Foi uma grande oportunidade para que esses compradores pudessem identificar os melhores cafés”, lembra Marcos Fabri. Ter um café finalista no concurso é uma marca positiva, que pode resultar em bons negócios na hora de negociar os grãos. Como exemplo, o gerente da Emater-MG cita o café campeão do concurso de 2012. No leilão promovido durante a premi-ação, alcançou preço de 2,5 mil reais a saca, muito acima do valor de mercado, que estava em R$ 340 por saca.

Os campeões do Estado são Geraldo Alvarenga Resende Filho, da Fazenda Santa Bela Vista em São Sebastião do Paraíso, na categoria Natural, e Eduardo Pinheiro Campos, do município de Presidente Olegá-rio, na categoria Cereja Descascado. A empresa Lokomo-tiva, levou o microlote natural de Geraldo Alvarenga Resende Filho, por R$1.550, e a Cooperativa dos Produtores de Patos de Minas e Região, comprou o microlote Cereja Descascado de Eduardo Pinheiro Campos por R$2.000,00. O Concurso classificou os concorrentes até a terceira colocação. A produtora de café, Maria Leonor Guimarães, de Cássia recebeu medalha honrosa.

Para Geraldo Alvarenga o resultado obtido é fruto do trabalho em equipe, disse ao comentar o resultado obtido. “Participamos todos os anos e sempre falo para o nosso pessoal sobre os cuidados que se deve ter com o café produzido”. Indagado sobre a existência de algum segredo para o sucesso o cafeicultor enfatizou que é preciso “trabalho”, definiu. Em seguida completou. “É importante o cuidado com o pós colheita é fundamental, da mesma forma quando colocamos o café no terreiro, no secador e na armazenagem, pois, qualquer descuido pode colocar tudo a perder”, comple-menta.

O concurso recebeu cafeicultores participantes das quatro regiões produtoras de café do Estado sendo o Cerrado, Chapadas, Matas e Sul de Minas. Da região 11 candidatos obtiveram classificação para a fase final, com matrículas pelas unidades regionais da Emater instaladas em Passos e Guaxupé. De São Sebastião do Paraíso chegaram a se classificar os produtores Marilena Aparecida Gonçalves Westin e Geraldo Alvarenga Resende Filho. No ano passado foram cinco os cafeicultores do município que se classificaram para a fase decisiva. Já na região também conseguiram ser aprovados produtores de Cássia, Ibiraci, Claraval, São Tomás de Aquino e Fortaleza de Minas.

De acordo com o coordenador do concurso, Marcos Fabri Junior, da Emater-MG, o principal objetivo deste evento está relacionado ao aspecto educativo. “Todas as amostras recebidas foram diagnosticadas de forma detalhada, laudos foram emitidos e entregues aos extensionistas da Emater-MG, que apresentaram aos cafeicultores. Entre as metas da competição é a melhoria contínua da qualidade dos cafés de Minas”, afirma. A iniciativa visa dar maior visibilidade aos cafés de qualidade produzidos no Estado, “além de possibilitar aos compradores terem um referencial, que é importante num mercado tão competitivo”, concluiu.

Confira o resultado final:

X CONCURSO DE QUALIDADE DOS CAFÉS E MINAS GERAIS

CATEGORIA NATURAL

SUL DE MINAS
• 1º Colocado – Geraldo Alvarenga Resende Filho – São Sebastião do Paraíso- UREGI de Guaxupe
Fazenda Santana Bela Vista

• 2º Colocado – Maria Simone Prock Borges – Campanha – UREGI de Alfenas
Sítio Canarinho

• 3º Colocado- Maria Leonor Guimarães Corrêa – Cássia – UREGI de Passos
Faz. Boa Vista

CAMPEÕES DO ESTADO DE MINAS GERAIS

Categoria Cereja Descascado – Eduardo Pinheiro Campos – Presidente Olegário

Categoria Natural – Geraldo Alvarenga Resende Filho- São Sebastião do Paraiso

MEDALHA SUSTENTABILIDADE

Primavera Agronegócios LTDA- Capelinha – Região Chapadas

Maria Leonor Guimarães Corrêa- Cássia- Região do Sul de Minas

Ruvaldo Delarisse – Patrocínio- Região Cerrado

Aídes Gomes Monteiro- Alto Caparaó- Região Matas de Minas

Café de Geraldo Alvarenga obtém conquistas da ABIC e BSCA

Depois de obter o primeiro lugar no 10º Concurso de Qualidade de Minas, o produtor Geraldo Alvarenga Resende Filho, de São Sebastião do Paraíso obteve duas boas novas notícias em relação ao café produzido na Fazenda Santana Bela Vista. Ele figurou entre os lotes finalistas do 10º Concurso Nacional ABIC (Associação Brasileira de Indústria de Café) de Qualidade do Café e conquistou o primeiro lugar na categoria Café Natural.

As 38 sacas de café dos sete lotes finalistas do 10º Concurso Nacional ABIC de Qualidade do Café foram totalmente vendidas em leilão. O leilão teve início no dia 3 e foi aberto a indústrias, cafeterias, restaurantes, hotéis e demais pessoas jurídicas interessadas em oferecer aos seus clientes cafés excepcionais e lotes exclusivos. O lance mínimo aceito para todos os cafés finalistas foi de R$ 513,80, ou 50% acima da cotação BMF/Bovespa de 29 de novembro para contratos com vencimento em março na ICE Futures US.

As oito sacas produzidas por Geraldo Alvarenga classificadas para o leilão da ABIC foram adquiridas pelo Consórcio Supremo Arábica e Torrefação Nishida. O grupo adquiriu cada saca por R$ 1.002,00. O valor final pago pelo lote foi de R$ 8.016,00. “É mais um motivo que nos deixa muito honrado”, comentou o produtor.

Os sete lotes inscritos foram analisados detalhadamente, no final de novembro, pela Comissão Julgadora no laboratório do CPC – Centro de Preparação de Café do Sindicafé – São Paulo, e provados, às cegas, repetidas vezes, em duas avaliações: pela metodologia do PQC – Programa de Qualidade do Café, da ABIC, para café torrado, e pela metodologia da SCAA – Specialty Coffee Association of America, para grão verde. Os cafés adquiridos no leilão pelas empresas serão industrializados e chegarão ao mercado em abril de 2014, em embalagens de 250 gramas, numeradas, compondo a 10ª Edição Especial dos Melhores Cafés do Brasil.

Além do Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas e do Concurso da ABIC, Geraldo Alvarenga anunciou ontem à tarde que aguardava mais uma boa notícia. Mais um lote do café produzido por ele foi classificado para a fase final e está entre as 140 amostras que disputam o 3º Concurso de Qualidade Cafés do Brasil “Cup of Excellence Late Harvest”. O certame é realizado pela BSCA (Associação Brasileira de Cafés Especiais), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE). A competição contou com a inscrição de 275 produtores de todo território nacional.

A partir de agora, os cafeicultores como Geraldo Alvarenga Resende Filho, que tiveram lotes pré-selecionados enviarão suas amostras, até o dia 24 de dezembro, aos armazéns credenciados e, entre os dias 6 e 10 de janeiro de 2014, serão avaliados pelo júri nacional do “Cup of Excellence Late Harvest”. Os cafés classificados participarão da fase internacional, de 13 a 17 de janeiro, quando serão conhecidos os melhores cafés naturais do Brasil. Esses vencedores ganharão o direito de participar de disputado leilão via internet, com a participação de compradores de todo o mundo, no dia 6 de março de 2014.

Fonte: Jornal do Sudoeste 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *