Café XP Agro: ontem foi a maior queda desde março de 2008 em NY

Imprimir

Então veio a queda! Mas o café é uma commodity que não brinca em serviço. Quando resolve realizar o faz em grande estilo. Hoje foi a maior queda desde março de 2008 em NY. Lá o vencimento dezembro encerrou cotado a 168,45 com mais de 8% de queda.

Hoje quase que 100% das commodities e mercados caíram. E esse mau humor todo ganhou um empurrão extra com os dados bem ruins do mercado imobiliário americano. Porém, mesmo antes dos dados americanos, o café em Londres já trabalhava com quase 8% de desvalorização. Lá o mercado viu os diferenciais de físico recuando e os traders estão na expectativa que recuem mais, mas após essa queda, os torrefadores que estavam esperando para comprar, podem começar a efetivamente pensar nisso.

Em NY a queda acelerou com fatores técnicos, na perda do suporte em 182,87 seguida pela perda do suporte em 175,42. Muitos fundos entraram zerando parte das posições para colocar os lucros no bolso.

Esse ultimo comentário é que temos que ficar atentos. Grande parte da alta forte do café dos últimos meses foi comandada por fundos, se estes começarem a sair poderemos ter turbulência pela frente.

Na BMF o vencimento dezembro chegou a testar zona de suporte em 207,00 e depois em 203,50, porém não conseguiu se sustentar e veio fechar em 199,20. Abaixo de mais um suporte. A expectativa para amanhã e para a semana ficaram bem ruins. Uma continuidade desse movimento significaria a busca do patamar de 196,00/195,30, onde existem suportes gráficos e a primeira retração de fibonacci de todo esse movimento de alta do café iniciado em junho.

Fonte: XP Agro | Notícias Agricolas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *