Café volta a se fortalecer e rompe outra vez os 250 cents na ICE

Imprimir

O contrato futuro de café arábica de março, tinha, há pouco, na ICE Futures US, alta de 140 pontos, com 250,70 centavos de dólar por libra peso, depois de bater na máxima de 252,00 centavos. O maio tinha, há instantes, valorização de 135 pontos.

De acordo com analistas internacionais, o café tem um dia de recuperação, o que permite fazer com que o março volte a flutuar acima do nível psicológico de 250,00 centavos de dólar por libra. O dia também é caracterizado por algumas operações de rolagem, notadamente no intervalo de março e maio.

Os analistas sustentaram que, mesmo com o fechamento negativo da sexta-feira, o mercado conseguiu ter consistência e se manter próximo do intervalo, o que, mais uma vez, foi lido como algo positivo. "Temos um dia relativamente calmo e as altas estão surgindo naturalmente, com recompras especulativas e de fundos. Seria importante um fechamento acima de 250,00 centavos, o que daria nova sustentação para futuros acionamentos de ordens de compra", disse um trader, que lembrou que o mercado externo não efeta diretamento o humor do segmento de café, já que as commodities têm ligeira oscilação para cia, ao passo que o dólar opera em alta, mas sem grande força.

As exportações de café do Brasil em fevereiro, até o dia 4, somaram 120.673 sacas, contra 66.989 sacas registradas no mesmo período de setembro, informou o Cecafé (Conselho dos Exportadores de Café do Brasil). Tecnicamente, o março na ICE Futures US tem uma resistência em 252,00, 252,50, 253,00, 253,50, 254,00, 254,50 254,90-255,00 e 255,50 centavos de dólar por libra peso, com o suporte em 249,70, 249,50, 249,00, 248,50, 248,00, 247,50, 247,30, 247,10-247,00, 246,70, 246,50 e 246,00 centavos por libra.

Fonte: AgnoCafe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *