Café também reduz risco de desenvolver Diabetes Tipo 2

Imprimir

Para além de ter um efeito protetor contra o câncer, o café pode diminuir em mais de 30 por cento o risco de desenvolver Diabetes Tipo 2 se forem consumidas, em média, quatro xícaras por dia.

A conclusão pertence a um estudo norte-americano analisado e publicado no relatório do Centro de Investigação de Medicina Baseada na Evidência (CEMBE), da Faculdade de Medicina de Lisboa.

A investigação envolveu cerca de 12 mil homens e mulheres com idade média de 54 anos, brancos e negros e não diabéticos no início do estudo.

O consumo de café nos 12 meses anteriores foi avaliado por questionário dietético e classificado em graus (número de xícaras por dia).

Os resultados revelaram uma associação inversa entre o consumo de café e a incidência da Diabetes tipo 2, uma vez que os grupos com maior consumo de café apresentavam o menor risco.

Segundo António Vaz Carneiro, director do CEMBE, as associações entre o café e a Diabetes Tipo 2 são "consistentes e importantes, seguem um padrão dose-dependente e mantêm-se em pacientes obesos e sedentários, com ingestão ou não de álcool, em novos e velhos, mulheres e homens".

Por outro lado, esta relação parece ser ainda "independente de outros fatores de risco conhecidos da dieta e estilos de vida".

Estes aspectos conjugados permitem concluir que "a ingestão crónica de café pode reduzir significativamente o risco de Diabetes tipo 2", sublinha o responsável. (Agência Lusa)

Fonte: Dourados agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *