Café sustenta a receita da agropecuária

Imprimir

As exportações do agronegócio mineiro renderam US$ 3,018 bilhões no acumulado deste ano até maio e cresceram 1,2% em relação à receita gerada com o embarque de produtos agrícolas e pecuários no mesmo período de 2014, quando eles somaram US$ 2,982 bilhões. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

Com o resultado dos primeiros cinco meses do ano, o setor agropecuário respondeu por 33,1% da receita gerada pelas exportações totais do Estado, enquanto que em igual período do exercício passado, o segmento detinha representatividade de 24,1%. Dentro das remessas do agronegócio mineiro ao exterior, o café foi o principal produto da pauta exportadora, com participação de 53,6% no intervalo.

Os embarques totais de café movimentaram US$ 1,618 bilhão nos cinco primeiros meses de 2015 contra US$ 1,439 bilhão no mesmo período de 2014, aumento de 12,4%. Na mesma comparação, foram destinados ao mercado externo 484,3 mil toneladas do grão ante 520,3 mil toneladas, uma queda de 6,9%.

Exportando menor quantidade do grão, mas com receita maior, isso significa que o preço médio da tonelada do café exportado por Minas Gerais cresceu 20,7% neste ano, graças ao longo período de estiagem, que por mais um ano prejudicou o desenvolvimento da safra mineira, tornando a oferta mais restrita e próxima ao consumo.

Fonte: Diário do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *