Café robusta atinge máxima de quatro anos na ICE

Imprimir
Os contratos futuros do café robusta na ICE avançaram para máxima de quatro anos nesta terça-feira, com demanda impulsionada pelo alto custo de grãos do tipo arábica.

O café robusta para novembro fechou em alta de 8 dólares, ou 0,4%, em 2.026 dólares a tonelada, após atingir a máxima desde setembro de 2017 em 2.070 dólares.

Operadores disseram que o mercado estava apoiado por uma retomada na demanda por grãos de robusta relacionada ao aumento nos preços de café arábica após, dano na safra do Brasil.

O alto custo atual de embarque de café do principal produtor de robusta, Vietnã, também aumentou a demanda por estoques da bolsa.

O café arábica para dezembro fechou em queda de 4 centavos de dólar, ou 2%, em 1,959 dólar por libra-peso, após tocar a máxima de um mês de 2,0155 dólares.

Foram registradas chuvas em áreas produtoras no Brasil e outras são esperadas até o final desta semana, o que pode melhorar as perspectivas para a safra do próximo ano.

Fonte: Reuters (Por Marcelo Teixeira)