Café recua em NY, mas perspectivas técnicas são favoráveis

Imprimir

Os contratos futuros de café arábica negociados na ICE Futures US encerraram esta quarta-feira com fortes baixas. Após uma terça-feira de ganhos intensos, os contratos do grão na bolsa norte-americana foram pressionados consideravelmente nesta quarta, com vendas especulativas e de fundos e realizações.

O dólar foi um dos fatores que desencadearam as liquidações, já que a moeda norte-americana teve um dia de recuperação, o que se refletiu nas commodities em geral, com vários players preferindo liquidar nesse mercado de maior risco e indo buscar portos mais seguros. No encerramento do dia, o dezembro registrou baixa de 480 pontos, com a libra a 212,25 centavos, sendo a máxima em 218,70 e a mínima em 211,35 centavos por libra, com o março tendo oscilação negativa de 480 pontos, com a libra a 214,95 centavos, sendo a máxima em 221,45 e a mínima em 214,05 centavos por libra.

Na Euronext/Liffe, em Londres, a posição janeiro teve queda de 76 dólares, com 1.984 dólares por tonelada, ao passo que o março registrou desvalorização de 69 dólares, com 1.983 dólares por tonelada. De acordo com analistas internacionais, o dia foi definido como um pausa na corrida bullish (altista), depois de o mercado ter atingido seu maior nível de preço desde junho de 1997 na sessão passada.

O café passou por fortes rallies nos últimos meses, com o contrato de março saindo de uma baixa de 135,00 centavos de dólar por libra peso em maio para ir se posicionar acima dos 220,00 centavos por libra. Diante de uma perspectiva técnica, o mercado tocou recentemente uma linha de resistência, no gráfico mensal, de 212,00 centavos de dólar por libra, que era a alta mensal de setembro de 1997.

Os analistas ressaltam que esse nível — 212,00 centavos — deve ser acompanhado até o final do mês com atenção. Um fechamento acima desse patamar pode ser um indicativo de continuidade de alto no longo prazo. Adicionalmente, ainda existem os objetivos de valores gráficos mensais, em 227,50 centavos, verificado em março de 1997, 275,00 em junho de 1997, e, mais além, 318,00 centavos, em maio de 1997. O cenário da média móvel confirma que a grande maioria dos gráficos se mostra positiva.

As médias móveis de 20, 50, 100 e 200 dias continuam num indicativo bullish (altista). Muito no curto prazo, o mercado poderia ter algum correção e/ou consolidação. o RSI (Índice de Força Relativa), que é uma das ferramentas mais dinâmicas do mercado de futuros, não dá um indicativo muito próximo do nível de 70 pontos, que é o ponto "sobrecomprado". O mercado também continua se mostrando acima da linha Bollinger, sugerindo que o mercado está estendeu acima das altas.

Geralmente, os traders usariam a média da linha Bollinger, no patamar de 201,74 centavos, que poderia ser um nível de maior correção. Veronique Lashinski, vice-presidente e analista sênior da Newedge, apontou que na terça-feira o mercado deu uma sinalização de grande força, mas que nesta quarta-feira ficou abaixo de uma resistência importante, em 213,00 centavos. "Se conseguirmos voltar acima dos 213,00 centavos, o mercado deve se posicionar para mais altas, mas abaixo disso deve indicar uma correção mais considerável", disse a especialista.

"O que estamos vendo é um movimento de alta de preço parecido com o registrado em 2005 e 2008. Naquelas oportunidades, os ganhos foram seguidos por substanciais correções. Por isso é importante ter cuidado", complementou.

As exportações de café do Brasil em novembro, até o dia 9, somaram 449.668 sacas, contra 461.374 sacas registradas no mesmo período de outubro, informou o Cecafé (Conselho dos Exportadores de Café do Brasil). Os estoques certificados de café na bolsa de Nova Iorque tiveram queda de 27.607 sacas, indo para 1.788.364.

Tecnicamente, o dezembro na ICE Futures US tem uma resistência em 218,70, 218,90-219,00, 219,50, 219,90-220,00, 220,50 e 221,00 centavos de dólar por libra peso, com o suporte em 211,35, 211,00, 210,50, 210,10-210,00, 209,50, 209,00 e 208,50 centavos por libra.

Fonte: AgnoCafe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *