Café precisa de mais apoio do governo, diz Serra em Varginha

Imprimir

Matéria exibida no Jornal Regional da EPTV em 30/08/2010  

O candidato à presidência da República pelo PSDB, José Serra, visitou o Sul de Minas nesta segunda-feira (30). O candidato fez campanha nas cidades de Varginha e Itajubá acompanhado do candidato ao governo de Minas Gerais, Antônio Anastasia. Nas duas cidades, José Serra participou de carreata e encontros com a população e lideranças políticas.

Durante a visita, o candidato falou sobre suas propostas para a economia.

"Eu sou economista, já trabalhei muito em governo na área de economia e tenho preparo para isso. Temos que montar uma boa equipe, encarar o problema com serenidade e com conhecimento. É muito importante que a economia continue bem, crescendo nos próximos anos, porque nós precisamos criar 20 milhões de empregos no Brasil até 2020. As pessoas precisam continuar consumindo, ingressando cada vez mais gente nos mercados de consumo. Isso para mim é um compromisso fundamental: vou manter o equilíbrio da economia, inflação baixa e ao mesmo tempo, crescimento do investimento e do emprego".

Matéria exibida no Bom Dia Brasil da Rede Globo em 31/08/2010

José Serra também falou qual será a política de seu governo para o café, caso seja eleito.

"A cafeicultura do Sul de Minas é a campeã no Brasil e no Mundo. Tem a maior produtividade e eficiência do mundo. O que a cafeicultura precisa no Brasil é de uma política de governo que a apoie, para que ela possa render frutos para nós em matéria de emprego, em matéria de divisas e até atividade econômica. É preciso ter uma política de estoques regulatórios na agricultura, ter preços mínimos e ter seguro agrícola, para dar força para o café. No passado tinha a política do café com leite. Minas, leite e São Paulo, café. Agora o café com leite está dentro de Minas. O máximo que São Paulo pode dar é o açucar. E nós temos que dar muita força para que esses três produtos caminhem bem".

Fonte: EPTV.com e Globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *