Café pode subir em Portugal para 1 euro até fim do ano

Imprimir

A seca que tem estado a afetar o Brasil, o maior produtor mundial, poderá provocar um aumento até 50% do preço do café junto do consumidor final ainda este ano, alerta a corretora Golden Broker. O mês de janeiro foi o mais quente dos últimos 20 anos no Brasil, baixando as perspetivas das colheitas, o que provocou um aumento do preço do café no mercado internacional para um máximo de 16 meses.

Café pode subir para 1 euro até fim do ano

"Com uma subida de mais de 50% do preço do café em apenas 2 meses, perspetiva-se que isso possa ter um impacto significativo no comércio nacional de café, em particular junto do consumidor final", diz João Pinto, trader da Golden Broker, em comunicado.

Fazendo as contas, um aumento de 50% poderá representar uma subida de mais de 30 cêntimos no preço de uma bica, tendo por base o preço médio de 65 cêntimos. Um café pode vir, assim, a custar 90 cêntimos, quase um euro.

Grandes fãs

O café é um dos hábitos diários de eleição dos portugueses: cerca de 80% bebem, em média 2,2 chávenas por dia, num total de 4,1 quilos per capita por ano, um valor muito abaixo dos países nórdicos, por exemplo, que consomem 10 quilos por ano.

Mais de 16 milhões de cafés são bebidos todos os dias de Norte a Sul de Portugal, 480 milhões por mês e mais de 5700 milhões por ano.

Fonte: Jornal de Notícias (Portugal)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *