Café no Vietnã atinge máxima de 3 meses; vendas ganham força

Imprimir

Os cafeicultores do Vietnã voltaram às vendas do grão nos últimos dias, antes de um longo feriado, depois que os preços domésticos saltaram aproximadamente 3 por cento, para cerca de 40.400 dong (1,9 dólar) por quilo, o maior nível em 3 meses, disseram traders nesta segunda-feira.

Os ganhos no Vietnã, o segundo maior produtor de café depois do Brasil, seguiram os ganhos do robusta no final da semana, quando o vencimento março na bolsa de Londres LRCH3 saltou 2 por cento, para 2.049 dólares por tonelada.

"Nossas compras melhoraram um pouco ante uma semana atrás", disse um exportador por telefone de Daklak, maior província produtora de café do Vietnã, ressaltando que o ritmo das vendas diminuiu ante igual período do ano passado.

Traders disseram que os produtores estão dispostos a vender quando os preços atingem 40.000 dong por quilo ou acima disso.

O atual preço de 40.400 dong por kg é o maior em três meses. O robusta em Daklak ficou em 41.500 dong por kg na semana encerrada em 26 de outubro, mostraram dados da Reuters.

Os mercados do Vietnã permanecerão fechados entre 9 e 17 de fevereiro para o feriado de Ano Novo Lunar.

No entanto, o café continuará o carregamento como previsto apesar do feriado, com vários navios apontados para partir do porto de Saigon, o maior do país, em 10 de fevereiro, no primeiro dia do novo ano, disse um exportador de Daklak.

"Falta de água e seca na região central e em Tat Nguyen (na Central Highlands) serão críticas", apontou a agência de notícias Vietnam News Agency nesta segunda-feira, citando uma projeção do centro nacional de clima.

O fluxo de precipitações na região Central Highlands, o principal cinturão de café, poderá ficar igual ou cair até 15 por cento ante a média dos anos recentes, apontou o relatório. A região responde por 80 por cento da produção de café do país.

A reportagem não traz informações sobre danos à safra. Na semana passada, a Associação de Café e Cacau do Vietnã afirmou que a produção no ciclo 2013/14 pode cair em quase um quarto, ante a produção da safra anterior de 18,75 milhões de sacas.

(1 dólar= 20.820 dong)

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *