Café não sofre prejuízos na colheita, informa Climatempo

Imprimir
A passagem de uma frente fria pelo Sul do país deixa o tempo instável em boa parte da região, além do Mato Grosso do Sul. Com isso, a sexta-feira (01) deve ter chuva sob boa parte das regiões produtoras do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, oeste do Paraná e sul do Mato Grosso do Sul.

Entre amanhã (02) e domingo (03), o sistema avança para São Paulo, possibilitando pancadas de chuva em alguns pontos do estado e pancadas mais isoladas sobre Mato Grosso e Goiás. Para o começo da semana que vem, há previsão de voltem a ocorrer algumas pancadas de chuva isoladas sobre São Paulo, Mato Grosso, Goiás e metade sul de Minas Gerais, mas com exceção das faixas sul e leste de São Paulo, a chuva será muito pontual, de fraca intensidade e de curta duração.

A tendência é de instabilidades bem mais concentradas sobre a Região Sul do Brasil, com eventuais pancadas de chuva sobre as áreas produtoras do Mato Grosso do Sul, São Paulo e eventualmente no sul de Minas Gerais. Já em toda a região do cerrado brasileiro a previsão é de tempo seco e grande amplitude térmica.

Situação das áreas produtoras
A chuva no Sul, está possibilitando uma manutenção da umidade do solo , favorecendo o desenvolvimento das lavouras de 2ª safra, mas principalmente às lavouras de inverno , como trigo. As condições irão se manter boas para a continuidade do plantio e o desenvolvimento das lavouras de inverno, já que na semana que vem há chance de ocorrer mais pancadas de chuva.

Foto: Climatempo

Para as culturas da cana-de-açúcar e café, as precipitações não irão trazer nenhum prejuízo ao andamento da colheita , já que serão pontuais e, sobretudo, de curta duração. Até mesmo no Mato Grosso, em que há o risco de que as pancadas de chuva prejudiquem as lavouras de algodão, não vai ocasionar danos, por também ser pontual .

Temperatura nos próximos dias
Nos próximos dias, uma massa de ar polar começa a avançar sobre o Sul do país, diminuindo as temperaturas e causando geada em algumas áreas isoladas. No final da próxima semana, após a passagem de uma nova frente fria , uma massa de ar polar ocasionará uma queda mais acentuada das temperaturas mínimas , principalmente nos estados da Região Sul e Sudeste do país. Como é normal para essa época do ano, ocorre uma queda mais acentuada das temperaturas mínimas a cada 10 a 15 dias.

Fonte: Climatempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *