Café: Instabilidade externa limita negócios no Brasil

Imprimir

A forte instabilidade observada nas cotações externas do café arábica tem afastado a maior parte dos agentes do físico brasileiro. Nos momentos de alta, a liquidez até chega a aumentar, mas, nos de quedas, muitos agentes se afastam do mercado.

De modo geral, segundo pesquisadores do Cepea, compradores têm tido dificuldades em encontrar vendedores dispostos a negociar nas atuais bases de preços.

Entre 28 de março e 4 de abril, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6 bebida dura para melhor, posto na capital paulista, subiu 1,86%, fechando a R$ 386,25/saca de 60 kg. Quanto às exportações, neste período de entressafra brasileira, os embarques de café em grão têm apresentado ritmo mais lento.

Em março, o Brasil embarcou quase 2 milhões de sacas de 60 kg de café em grão, volume apenas 0,3% superior ao de fevereiro, mas 21% abaixo da quantidade embarcada em março de 2011, segundo a Secex.

Fonte: Cepea

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *