Café importado soma 90% do consumo na Colômbia

Imprimir

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) informou que as importações de café da Colômbia já somam 90% do consumo interno (1,2 milhão de sacas). "A Colômbia depende das importações de grãos do Equador e do Peru, para abastecer quase 90% do consumo interno, frente a somente 20% antes da queda da produção", disse o relatório "Coffee: world markets and trade", publicado pelo USDA.

O ministro da Agricultura da Colômbia, Juan Camilo Restrepo, disse que esse dado parece muito alto, mas que, para atender "medianamente" o mercado, é necessário fazer essas importações, permitidas no marco comercial andino.

Segundo o Departamento Administrativo Nacional de Estatística (Dane), no ano passado, a Colômbia importou 57.401 toneladas de café. Esse volume equivale a 956.683 sacas. O USDA estima que a Colômbia consuma 1,2 milhão de sacas por ano, ou seja, que as importações de 2011 equivalham a 79% do consumo estimado pelo USDA. Segundo Restrepo, a maioria das importações "se dirige à indústria de cafés solúveis, que, além disso, demanda os subprodutos e os cafés que não são exportáveis".

O USDA prevê para o ano cafeeiro de 2012-2013, que começa em 1 de outubro, uma produção de 7,5 milhões de sacas, como a colheita do atual ano.

A reportagem é do www.eltiempo.com, traduzida e adaptada pela Equipe CaféPoint.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *