Café faz aniversário e consumidores comemoram

Imprimir

Por muito tempo o café foi o vilão da saúde, pois era associado ao estresse e ao distúrbio do sono. Com as revelações positivas apresentadas pela medicina, o grão voltou com força, reconquistando de maneira inovadora o paladar dos brasileiros.

Hoje a bebida tem inúmeras combinações. Esqueça o café com leite. Café com sorvete ou álcool são as novas formas servidas. Nos dias quentes, o café é misturado com outras bebidas, como suco e milk shake e é servido gelado. O café artístico está em alta e as decorações são feitas com leite.

Para o proprietário de uma das unidades do Fran’s Café, Gustavo Dias, existem perfis de consumidor da bebida. “O expresso é mais pedido pelos homens. Já as combinações são preferidas pelas mulheres.”

Claro que o expresso não perde a majestade. Gerente de um cafeteria, Daniela Santos Gomes, revela que todos os dias são servidos mais de 70 cafés expressos. “O horário de maior movimentação é depois do almoço”, conta.

Bolso/ Para aproveitar bem o Dia Internacional do Café, comemorado hoje, os consumidores podem apreciar o produto sem dor na consciência já que o sabor amargo não chegará ao bolso. Segundo IqPR (Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista), o grão apresenta uma das maiores quedas de preços em março, sendo 13,72%.

Admiradora confessa do cafezinho, a mercadóloga Cláudia Ardo, 43 anos, toma três xícaras ao dia. Cada porção custa R$ 3,30. Se multiplicado por três, ao dia serão R$ 9,90. “Se bebesse um litro de café ao dia, considerando que a xícara tem 30 ml, sairia cerca de R$ 130 por dia. Acho que o café virou bebida de luxo”, conclui. Só para comparar: um pacote de 500 gramas sai por  cerca de R$ 7.

Para o empresário Dário Holtz, 47, o café é um convite para um bate-papo. “A cafeína estimula o cérebro. Então sempre haverá boas conversas.”

Até mesmo para momentos decisivos, o café é sempre bem-vindo. “Em reuniões e fechamento de negócios, o café sempre chega em boa hora”, opina o advogado Márcio Baldo, 47.

Benefícios do café
Reduz o colesterol, auxilia no combate a doenças do coração, tem efeito antidepressivo, reduz o risco de Mal de Parkinson e até evita a cirrose. 

4
xícaras é a quantidade ideal para tomar ao dia

Malefícios
A cafeína é um estimulante e pode causar ansiedade, tremores, insônia e até pânico.

Uso excessivo
As gestantes que tomam muito café colocam em risco a formação do feto.

Não engorda
A bebida não é calórica, mas isso dependerá da quantidade que adoça.

Confira os preços

Café expresso
A partir de R$ 3

Passado
A partir de R$ 2

Com leite
R$ 3,60

Cappuccino
A partir de R$ 5

Frozen
A partir de R$ 8
Café com flamor
R$ 4,60

Artístico
A partir de R$ 9

Fonte: Diário de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *