Café especial: ação do “Brazil. The Coffee Nation” deve gerar US$ 5 milhões na Coreia

Imprimir

A Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), como iniciativa integrante do projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation”, realizaram ação de promoção no mercado da Coreia do Sul durante a Cafe Show 2016, feira realizada de 10 a 13 de novembro, na capital Seul.

Seis empresas nacionais estiveram em contato com compradores e formadores de opinião sul coreanos nas reuniões de negócios e nas sessões de cupping, que foram realizadas no estande brasileiro e no espaço de degustação da feira, em parceria com a Alliance for Coffee Excellence (ACE).

Durante os encontros e sessões de cupping, os profissionais locais puderam conhecer e degustar os cafés vencedores do Cup of Excellence – Brazil 2016 e realizar contatos com os empresários associados à BSCA da CarmoCoffees, Cia. Agropecuária Monte Alegre, Fazenda Ambiental Fortaleza (FAF), Fazenda São Silvestre, Kaphé e da O’coffee.

Segundo estimativas da Associação, a participação brasileira na Cafe Show 2016 deve gerar US$ 5 milhões em negócios, dos quais US$ 2,5 milhões já foram concretizados na feira e outros US$ 2,5 milhões estão previstos para os próximos 12 meses.

Em 2015, a Coreia do Sul foi o décimo principal mercado dos cafés especiais brasileiros, com investimentos da ordem de aproximadamente US$ 51,5 milhões na aquisição do produto nacional.

SOBRE O PROJETO SETORIAL
O “Brazil. The Coffee Nation” é desenvolvido em parceria pela Associação Brasileira de Cafés Especiais e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), tendo como foco a promoção comercial dos cafés especiais brasileiros no mercado externo. O objetivo é reforçar a imagem dos produtos nacionais em todo o mundo e posicionar o Brasil como fornecedor de alta qualidade, com utilização de tecnologia de ponta decorrente de pesquisas realizadas no País.

O projeto visa, também, a expor os processos exclusivos de certificação e rastreabilidade adotados na produção nacional de cafés especiais, evidenciando sua responsabilidade socioambiental e incorporando vantagem competitiva aos produtos brasileiros. Iniciado em 2008, a vigência do atual projeto vai de maio de 2016 ao mesmo mês de 2018 e os mercados-alvo são: (i) EUA, Canadá, Japão, Coreia do Sul, China/Taiwan, Reino Unido, Alemanha e Austrália para os cafés crus especiais; e (ii) EUA, China, Alemanha e Emirados Árabes Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem. As empresas que ainda não fazem parte do projeto podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / (35) 3212-6302 ou do e-mail exec@bsca.com.br.

Fonte: Assessoria de Imprensa da BSCA (Por Paulo André Colucci Kawasaki)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *