Café encerra segunda-feira em alta com expectativa de oferta menor na Colômbia e no Brasil

Imprimir

O fortalecimento da expectativa de que a oferta na América do Sul, notadamente de Brasil e Colômbia, será menor que o inicialmente esperado provocou nova valorização do café ontem na bolsa de Nova York. Em entrevista à agência Bloomberg, Luis Genaro, presidente da federação colombiana de café, estimou que a demanda global crescerá 2% ao ano na próxima década e que o incremento da oferta não acompanhará o ritmo.

Depois da terceira forte alta seguida – a de ontem foi de 255 pontos -, os contratos com vencimento em dezembro fecharam a US$ 1,8140 por libra-peso no mercado nova-iorquino. No Brasil, a saca do café de boa qualidade saiu entre R$ 325 milhões e R$ 340 milhões, segundo informações do Escritório Carvalhaes, de Santos.

Fonte: Valor Econômico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *