Café e aspirina ajudam na ressaca, diz pesquisa

Imprimir

A ciência parece ter comprovado a sabedoria popular: quando a ressaca bate forte, nada como um bom café e uma aspirina para combater a dor de cabeça.

Segundo um estudo recém publicado por pesquisadores americanos, a cafeína e os ingredientes anti-inflamatórios dos analgésicos reagem com os compostos do etanol e ajudam a eliminar os efeitos daquela que, cientificamente, recebe o nome de veisalgia cephalgia.

A dor de cabeça causada pela ressaca é fruto do acetato produzido pelo álcool. De acordo com o trabalho do Professor Michael Oshinske, da Universidade Thomas Jefferson, na Filadélfia, esse mecanismo de como o etanol causa as dores ainda é bastante desconhecido.

O intuito da pesquisa liderada por ele era justamente compreender como funcionavam essas reações e, para isso, foram usados ratos. Durante o experimento, a equipe induziu essas dores de cabeça nos animais usando pequenas doses de etanol.

De quatro a seis horas após o “porre” nos roedores, os cientistas tentaram tratar a dor de cabeça com algumas técnicas. Esse período de tempo foi escolhido pois sabe-se que a dor de cabeça da ressaca ocorre de quatro a 24 horas após o término da ingestão alcoólica.

Após a administração de doses de cafeína e anti-inflamatório, notou-se uma significativa melhora, além de nenhum efeito colateral – domo a desidratação.

Fonte: INFO Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *